623239-1919
6299203-1700

Como deixar o seu apartamento exclusivo

decoração para apartamento exclusivo

Decorar um apartamento é refletir o gosto e as inspirações dos proprietários. Além do luxo e requinte dos ambientes, é importante também que o conforto seja levado em conta. Mas você sabe como deixar o seu apartamento exclusivo?

Confira a entrevista concedida pela arquiteta Larissa Bretones, Sócia-Proprietária do escritório BorgesBretones (em Goiânia), atuando há mais de 10 anos no cenário de arquitetura e decoração.

Como a iluminação pode deixar o ambiente mais luxuoso e aconchegante?

A luz é mais do que um simples instrumento para a percepção espacial. A iluminação – seja ela artificial ou natural – tem um papel fundamental no conforto que um ambiente pode trazer, pois interfere nas informações que o nosso corpo recebe e processa como mensagem, resultando em comportamentos variados.

“Ambientes com pouca iluminação podem trazer emoções ruins, como tristeza, isolamento, abafamento, desânimo”, afirma a arquiteta.

Por outro lado, quando projetada adequadamente, a “falta da luz” pode trazer propositalmente a sensação de intimidade, acolhimento e introspecção para um apartamento exclusivo. Assim como ambientes com muita iluminação trazem a sensação de amplitude, bem-estar, ventilação, saúde, euforia; mas também podem trazer desconforto visual (que pode ser insuportável, seja para situações de trabalho ou de lazer), sensação de exposição excessiva, ou de desconforto devido à temperatura de cor da lâmpada – que significa que a cor da lâmpada que é utilizada em um centro cirúrgico não deve ser a mesma cor utilizada dentro da sala das nossas casas.

“Portanto, muitos se enganam ao pensar que um ambiente ‘bem iluminado’ significa simplesmente colocar uma boa luminária no teto, com lâmpadas ‘fortes’, capazes de clarear todo o ambiente de forma intensa; ou ainda, ter uma grande janela no ambiente, na qual a luz do dia possa entrar intensamente no lugar”, conclui Larissa.

Ambas as situações podem ter resultados indesejados, dependendo do uso a que se propõe para o ambiente em questão. Por isso, cabe ao arquiteto o estudo do conforto lumínico que cada ambiente e situação necessita para tornar o apartamento exclusivo, projetando adequadamente a arquitetura do lugar – para uma adequada exposição dos espaços à luz natural, associado ao projeto luminotécnico (luz artificial).

Um bom projeto de iluminação:

  • Valoriza a decoração do ambiente, pois evidencia acabamentos, um objeto de decoração, mobiliários, vegetação etc.
  • É um facilitador para o uso do ambiente, não comprometendo sua funcionalidade – seja para assistir a um filme confortavelmente, estudar ou expor produtos em uma vitrine.
  • Traz as sensações corretas ao uso que se propõe no ambiente. A sensação de ser um apartamento exclusivo e luxuoso se inclui neste quesito, pois a iluminação de um ambiente pode mudar completamente o resultado de um projeto.

Obras de arte são uma boa opção para agregar valor ao apartamento?

Sim, são sem dúvida uma excelente opção. Porém, não somente as obras de arte agregam valor a uma residência. “Outra opção são objetos pessoais que trazem a essência das pessoas que habitam aquele lugar”, sugere a profissional.

Esses objetos podem ser feitos pelas próprias pessoas, como podem ser itens adquiridos em viagens que, expostos como itens decorativos, trazem personalidade ao lugar. Estes traços culturais, tão pessoais a cada um, são os maiores valores dentro de uma decoração, que deixa de ser impessoal, e passa a carregar consigo histórias das vidas das pessoas. Essa é a verdadeira essência da decoração de um apartamento exclusivo, que passa a ser único, a medida em que é vivido e apropriado pelas pessoas.

Como os espelhos ajudam na percepção do espaço?

Quando iniciamos um projeto, sempre nos perguntamos: “onde é o lugar do espelho nesta casa?”. “Os espelhos são importantes instrumentos para a percepção espacial, pois podem modificar por completo a sensação de cada ambiente”, reforça Bretones.

Assim como a iluminação, se utilizado de forma errada, o espelho pode trazer sensações indesejadas ou simplesmente deixar de cumprir com a sua função no apartamento exclusivo. É sempre bom se perguntar: “o que o espelho vai refletir se eu colocá-lo aqui?”.

Um exemplo bastante comum é utilizar o espelho em frente à porta do elevador, no caso dos halls privativos de apartamentos. Ele irá refletir a porta do elevador, que não é bonita. Mais interessante seria colocá-lo lateralmente, de forma a refletir algum revestimento ou obra de arte que esteja posicionada em frente à porta.

Como valorizar um ambiente com itens de decoração?

Na verdade, a valorização de um ambiente se dá pelo conjunto de vários itens, que dentro de uma composição previamente estudada, trazem a personalidade desejada àquele espaço. Existem belos ambientes sem nenhum tapete, ou sem adornos; existem belas salas de jantar sem pendente. Lindos sofás sem almofadas. Enfim, tudo depende de um contexto.

Quanto a isso, Larissa é franca e afirma: “Não há regras, e não devem haver regras”. O gostoso da decoração é justamente a liberdade e as inúmeras possibilidades que podemos trabalhar em um apartamento exclusivo.

Vale a pena apostar em peças únicas feitas sob encomenda?

Sim, pois além de serem exclusivas, podem suprir necessidades (funcionais ou estéticas) que não foram encontradas em produtos prontos no mercado.

Para finalizar, a sócia-proprietária do escritório BorgesBretones lembra que as peças feitas sob encomenda “são também uma forma de trazer personalidade ao ambiente, à medida em que podem retratar com minuciosidade traços da personalidade das pessoas”.

Gostou das dicas da arquiteta Larissa Bretones sobre como deixar o seu apartamento exclusivo? Faltou alguma coisa ou você tem alguma dúvida? Deixe sua resposta nos comentários e não deixe de acompanhar o Blog Bambuí.

Comentários