623239-1919
6299203-1700

Como cultivar jardim em apartamento

Cada apartamento tem o seu próprio ‘microclima’ e é preciso verificar se o ambiente fornece os elementos necessários para o cultivo das plantas. Existem apartamentos mais ensolarados, outros com mais sombra, e por isso, é preciso avaliar o que o espaço oferece para o crescimento e desenvolvimento das plantas. Por exemplo, o bambu mossô é um tipo de planta bastante procurada por ser bonita, porém, esse vegetal não sobrevive em ambientes internos.

Não aconselhamos usar árvores e arbustos de grande porte devido ao tamanho de seus vasos, que ocupam muito espaço. Algumas plantas como samambaia, árvore da felicidade e o lírio são mais indicados, pois se adaptam bem ao ambiente interno, não necessitando de sol em abundância.

Vale ressaltar que uma das principais preocupações ao montar um projeto é com a distância entre a planta e a janela, que deve ser no máximo de 3m. Sugerimos o uso de plantas que toleram meia sombra ou sombra total. Outro fator a se avaliar é a incidência de luz, que pode ser plena (a planta fica exposta ao sol durante todo o dia) ou indireta (exposta aos raios solares apenas em um período do dia).

O sistema de drenagem também é fundamental para o bom desenvolvimento da planta. O vaso deve conter furos na parte inferior para escoar o excesso de água. E para ajudar a filtrar, uma camada de argila expandida deve ser colocada no fundo, sendo recoberta por uma manta responsável por não deixar os nutrientes escoarem junto com a água. Em seguida deve ser colocada uma camada de terra adubada, encontrada em casas agropecuárias.

As opções para montar um jardim começam nos típicos vasos de plástico e/ou cerâmica, comuns nas casas e apartamentos mais tradicionais. Outra opção é o projeto de alvenaria, que possibilita as mais diversas formas de estrutura, adaptando-se ao ambiente. Mas para quem não tem disponibilidade para fazer obras no apartamento, uma boa opção são os quadros e painéis vivos, que seguem a tendência do jardim vertical.

Os ambientes mais explorados para instalação de jardim são varanda e sala, devido a maior incidência de energia solar. Luminosidade, ar-condicionado e circulação de ar interferem diretamente na escolha das plantas, pois determinam também a velocidade de evaporação da água. Para ambientes que não possuem iluminação suficiente, como cozinhas e cômodos de área íntima, uma opção é a iluminação artificial.

Para mais informações, consulte um paisagista.

(Fonte: BBEL – Um Estilo de Vida)

Comentários